Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/11/17 às 12h26 - Atualizado em 17/11/17 às 10h52

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV

COMPARTILHAR
Descrição

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos - SCFV tem por objetivo
estimular a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando
o sentido de vida coletiva, de forma a promover o respeito às diferenças,
a colaboração, o autoconhecimento, a autoconfiança e a cidadania, além
de fortalecer os vínculos com a família e a comunidade.


Usuárias/Requisitos

·       Crianças e adolescentes de 6 a 15 anos;

·       Adolescentes de 15 a 17 anos;

·       Jovens de 18 a 29 anos;

·       Adultos de 30 a 59 anos;

·       Idosos a partir de 60 anos.

Documentos necessários


  • Encaminhamento do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS ou Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS.
  • Documentos pessoais (Registro Geral – RG, Cadastro da Pessoas Física -CPF, Certidão de Nascimento) e declaração escolar (para crianças e adolescentes).

 

 

Custos

Gratuito.

 

 

Etapas

 

1. Acolhida no Centro de Referência de Assistência Social – CRAS ou Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS

2. Atendimento com especialista

3. Inserção da pessoa no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

 

Canais de atendimento

 

Os atendimentos são realizados nos Centros de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – CECON, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18 horas.

O SCFV também pode ser ofertado em organizações da sociedade civil parceiras da SEDESTMIDH, segue, abaixo, link para acesso a relação de OSC parceiras no site da SEDESTMIDH:

goo.gl/SQyHXv

 

 

Clique e conheça as unidades

 

Normas e regulamentos

 

  • Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993: Lei Orgânica da Assistência Social.
  • Lei nº 12.435, de 6 de julho de 2011: Altera a Lei nº 8.742/93.
  • Resolução CNAS nº 33 de 12 de dezembro de 2012: Norma Operacional Básica do Sistema Único de Assistência Social – Nob/Suas.
  • Resolução nº 269, de 13 de dezembro de 2006: Norma Operacional Básica de Recursos Humanos do Sistema Único de Assistência Social – Nob-RH/Suas.
  • Resolução nº 109, de 11 de novembro de 2009: Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais.
  • Cadernos de Orientações Técnicas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, do Ministério do Desenvolvimento Social.
  • Resolução CIT nº 01/2013 e Resolução CNASnº01/2013.

 

 

Outras informações

 

Público prioritário para inclusão no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos: Crianças e/ou adolescentes e/ou pessoas idosas nas seguintes situações:

  • Em situação de isolamento;
  • Trabalho infantil;
  • Vivência de violência e, ou negligência;
  • Fora da escola ou com defasagem escolar superior a 2 anos;
  • Em situação de acolhimento;
  • Em cumprimento de MSE em meio aberto;
  • Egressos de medidas socioeducativas;
  • Situação de abuso e/ou exploração sexual;
  • Com medidas de proteção do ECA;
  • Crianças e adolescentes em situação de rua;
  • Vulnerabilidade que diz respeito às pessoas com deficiência.
  • Prazo para execução do serviço: Variável conforme a complexidade dos casos, adesão do indivíduo/família ao atendimento, efetividade das ações intersetoriais e metodologia de atendimento.